99jobs – vencedora do Prêmio Empresa Mais Digital 2015 na categoria PEQUENO PORTE

Pequeno porte

 

Por Mariana Pastore

A 99jobs foi a grande vencedora do Prêmio Mais Digital 2015 na categoria Pequeno Porte. Com 28 funcionários, a startup de tecnologia em recursos humanos está situada em uma ampla casa em São Paulo, com decoração moderna e ambiente descontraído. A premiação é a primeira da qual participam, motivados por ser relacionada ao mundo digital, que é parte do “core” da empresa, e também para saber como estavam situados no mercado em comparação a outras startups, conta Andressa Schneider, gerente de comunicação e conteúdo da companhia.

A decoração colorida e divertida segue a filosofia da organização, diferente das mais convencionais, porém mais adiante no processo de transformação digital. Além do espaço informal e do perfil jovem, a 99jobs tem poucas políticas, não tem divisão de cargos e segue um sistema de gestão compartilhada. Eles atendem cerca de 25 clientes por ano, as empresas que terceirizam o processo de RH de recrutamento, e não tem receita para pessoas físicas. O cliente realiza o próprio cadastro online e é educado para se tornar autossuficiente.

Um dos principais produtos da startup é o monitoramento do acesso das páginas de anúncio dos empregos. Eles trabalham com uma teoria de funil de “employer branding” -reputação da empresa como empregadora. Para uma pessoa se candidatar a uma vaga, ela deve passar por uma linha de pensamento: primeiro a empresa deve se tornar familiar para ela; depois, tem de considerar a hipótese de trabalhar lá; até que finalmente ela deseje trabalhar na companhia, e aí clica na vaga.

Para cada etapa desse funil, há determinados indicadores. Quando a empresa cliente faz a gestão do processo seletivo, ela recebe o relatório desse funil, que mostra quantas pessoas quiseram seguir a empresa, quantas acessaram a página, quantas se candidataram, etc. “Nós conseguimos gerar vários dados para relatório, como por exemplo, ir à página da empresa, ver quantas pessoas frequentaram, quantas foram só até a metade da inscrição, quantas viram o vídeo e de onde elas vieram”, explica Schneider.

 Outro serviço digital que colocou a 99jobs à frente das outras é um algoritmo que  forma o perfil do usuário a partir de um questionário. “Não é um teste psicológico”,  afirma Alexandre Pellaes, líder de operações da empresa. “O resultado das perguntas  mostra qual é o nível de inclinação e como o internauta vivencia os valores do trabalho.  O mesmo acontece com o cliente, e o algoritmo possibilita um ‘matching’, para que a  companhia e o usuário que combinam sejam apresentados um ao outro. A partir daí,  se houver interesse, eles conversam e começam a se relacionar”, explica. O processo é  novo no mercado de recrutamento e completamente automatizado.

Para os próximo anos, a 99jobs tem fortes ambições de crescimento, mantendo os valores de impacto social positivo. “Como startup de tecnologia em recursos humanos, nós temos um propósito muito claro, muito maior e muito mais social de conseguir ajudar pessoas e empresas a terem uma condição melhor no mundo do trabalho, e acostumar os dois a fazer isso por meio da tecnologia sem perder a qualidade desse relacionamento”, define Pellaes.

EMPRESA B CERTIFICADA

A 99jobs é hoje certificada pelo Sistema B, um movimento global relacionado ao capitalismo consciente que avalia empresas que têm interesse em combinar lucro com responsabilidade social. A letra “B” se refere aos benefícios sociais que as companhias podem oferecer. A certificação inclui visitas, entrevistas e questionários, que levam em conta o uso de material sustentável e como são guardados arquivos e informações digitais, por exemplo.

Quer comparar a performance digital da sua empresa com o mercado assim como fez a 99jobs?

Entre em contato conosco

Comments estão fechados