RMA – vencedora do Prêmio Empresa Mais Digital 2015 na categoria AGÊNCIA

Agencia

 

Por Mariana Pastore

O grupo de comunicação corporativa RMA foi o vencedor do prêmio de Empresa Mais Digital 2015 na categoria Agências. A organização começou como uma assessoria de imprensa e já nasceu com foco em tecnologia, pois um de seus sócios-fundadores, Augusto Pinto, é um ex-executivo da área de TI.IMG_1645

Hoje é dividida em três negócios para oferecer uma solução integrada: a RMA, relações públicas com foco em digital; a Hook Digital, de inbound marketing; e a Brainstory, para marketing de relacionamento. Segundo Isabela Malucelli, CEO da Brainstory, a agência decidiu participar da prêmiação para entender como estava situada no mercado em comparação às outras. No total, são 95 funcionários que atendem a cerca de 80 clientes por mês, e chegam a mais de cem por ano.

 Marcio Cavalieri Os principais negócios da empresa são os serviços de marketing e de relações públicas para clientes. O  conteúdo é a base para o trabalho, que é produzido pela equipe de redação em diversos formatos, como  textos, blogs, redes sociais, vídeos e infográficos. “O pilar do nosso negócio é essencialmente conteúdo e  relacionamento. O que vai mudar é a plataforma. Antes o formato era offline, agora é online. Daqui para  frente, serão aplicativos”, explica Marcio Cavalieri, CEO da agência.

A RMA não economiza em TI. Compram o que há de melhor e usam softwares em todas as áreas para melhorar o desempenho e a produtividade dos funcionários. O fluxo de comunicação da empresa é completamente automatizado, do comercial ao financeiro. Todos os funcionários têm smartphone e se comunicam via hangout e skype, além do velho, ainda indispensável, “olho no olho”, quando necessário.

Além da produção de conteúdo, a agência tem uma área de inteligência estratégica, com análises de vendas, relatórios e cruzamentos de dados, que mostram ao cliente se o trabalho de comunicação gerou mais vendas. Como estratégia de mídia proprietária, o comportamento do acesso de clientes e “prospects” no site da empresa é monitorado no software Hubspot. Dessa forma, usa a tecnologia para vender seus serviços, e ainda oferece o mesmo para os clientes.

“O cliente ou ‘prospect’ entra na nossa página, onde oferecemos uma série de conteúdo de atração, como por exemplo um post no Leandro Monteiroblog sobre ‘cuidados que você deve ter para contratar uma agencia’. A partir do momento que ele baixar isso, entra na minha base de contatos dentro do Hubspot. Assim podemos oferecer, no futuro, nossos serviços relacionados ao conteúdo que ele buscou”, exemplifica Leandro Monteiro, VP de Operações da RMA e fundador da Hook Digital. O Hubspot também tem um aplicativo que permite o acesso pelo smartphone.

Inquietos, como demanda o mundo da tecnologia, estão com diversos projetos em fase de implementação: uma rede social corporativa, que evoluiu de um grupo fechado no Facebook, onde, além de dar sugestões, será possível fazer grupos para ações específicas e compartilhar arquivos; uma plataforma de conteúdo com controle automatizado para acelerar a aprovação do cliente; e outro plano sobre como usar a tecnologia para o funcionário produzir mais.

Para o futuro, a estratégia da agência é focar em mobile. A RMA ficou sócia da editora Abril em uma empresa que desenvolve aplicativos de inteligência artificial para nutrição.

Quer comparar a performance digital da sua empresa com o mercado assim como fez a RMA?

Entre em contato conosco

Comments estão fechados